Porto Santo "where the happiness exist" - Ricardo Sousa

PORTO SANTO "where the happiness exist" from Ricardo de Sousa on Vimeo.
From 16 to 18 of May 2012 me and my girlfriend went to Porto Santo, Portugal, to discover this magic Island.
Soon i'll put the finished video, hope you enjoy.

Shooted, Edited and Color Corretion by Ricardo de Sousa
Shooted with Panasonic Lumix GH2 + Olympus 17mm f2.8 + Nipon EOS M4/3 Adapter +Tripod.

LIVRO: Aves do Arquipélago da Madeira - Paulo Oliveira e Dília Menezes




Título: Aves do Arquipélago da Madeira
Ficha Técnica: Edição: Serviço do Parque Natural da Madeira, Arquipélago Verde Produtos Promocionais, Lda., 2004
Língua: Inglês e Português (em separado)
Autores: Paulo Oliveira e Dília Menezes
Impressão: Madeira e Madeira AS.
Design: Turnino Caires
Depósito Legal: 219201/04
ISBN: 972-98431-4-7

Praia do Porto Santo é uma das 7 Maravilhas das Praias Naturais de Portugal

Praias de Dunas

Praia do Porto Santo

Porto Santo - Madeira




"A Praia do Porto Santo e a história da Ilha são indissociáveis. São 9 quilómetros de um extenso e contínuo areal de areias finas e douradas que fazem da popularmente apelidada "Ilha Dourada" a sua imagem de marca e o seu grande ícone.

E foi justamente este manto amarelo voltado a Sul, calmo e sereno, que em 1418 recebeu os descobridores portugueses que, no meio de uma tempestade, encontraram ali o seu "porto santo" e assim o baptizaram. A Ilha inaugurava desta forma a época dourada da epopeia dos descobrimentos portugueses do século XV. Ao "ouro" do Porto Santo sucederam-se o ouro do Brasil, as preciosidades da Índia e os preparativos da viagem de Cristóvão Colombo para a descoberta da América, tornando a Ilha a primeira ponte entre o velho e o novo mundo.

Ontem como hoje, pela história e pelas vivências, a praia, com um cordão dunar sustentado por diversas espécies de plantas indígenas, e as suas águas cristalinas e amornadas, de um azul-turquesa irreproduzível, continua a ser a pedra preciosa desta "Ilha Morena", outro nome pelo qual o Porto Santo também é conhecido em virtude das muitas horas de sol, da aridez e do seu despojamento arbóreo.

Contudo, foi o advento do turismo no princípio do século XX que difundiu esta verdadeira maravilha de Portugal. Únicas no nosso país e raras no mundo, as areias da praia do Porto Santo, ao contrário das praias do continente português, cujas areias são constituídas essencialmente por quartzo, são formadas por microfósseis e pequenos fragmentos de algas calcárias, conchas de moluscos e outros restos fossilizados de organismos marinhos. São registos de um passado com cerca de 30 mil anos de história, de imensa produtividade biológica e que chegou até aos nossos dias.

Mas esta praia oferece muito mais do que aprazíveis banhos e sol. As suas qualidades, outrora ocultas, embora há muito conhecidas da sabedoria popular e actualmente cientificamente provadas, apresentam atributos terapêuticos e medicinais que se devem às propriedades físicas, químicas e térmicas das suas areias carbonatadas biogénicas, importantes para o tratamento de doenças do foro ortopédico e reumático, entre outras enfermidades.

Se as areias exercem influências positivas sobre os corpos humanos, o mesmo acontece com as culturas frutícolas e hortícolas. Sobre terrenos arenosos e calcários, dispostos ao longo de grande parte da praia, crescem as inigualáveis e doces uvas, o melão, a melancia, os figos e o tomate, este último, pela doçura e aspecto que apresenta, é no Porto Santo mais um fruto do que um legume.

São incontáveis, há décadas, os escritos e os ditos sobre este areal, na poesia, na prosa, na ficção, na ciência, na imprensa, no cinema, na região, no país e no estrangeiro. Assim como são incontáveis os seus notáveis e assíduos visitantes, Manoel de Oliveira, Marcelo Caetano, Jorge Brum do Canto, Cristiano Ronaldo, Fernando Alonso, Durão Barroso, Luís Marques Mendes, Marcelo Rebelo de Sousa. Procuram uma praia sem bulícios nem algazarras, uma praia que, embora viva e desperta, propicia o repouso e a tranquilidade, desde o amanhecer ao entardecer. "

LIVRO: Flora Endémica da Madeira - Roberto Jardim / David Francisco




Título: Flora Endémica da Madeira
Ficha Técnica: Edição: Muchia Publicações,2000
Autores: Roberto Jardim e David Francisco
Fotografia: David Francisco
Tradução: Academia de Línguas da Madeira
Composição e digitalização: Meio
Impressão e acabamentos: Corlito/Setúbal
Depósito Legal: 155480/00
ISBN: 972-8622-00-7

FLORAMAC 2012 by CIIMAR- Madeira





"Following the success of FLORAMAC 2010 organized by our Azorean colleagues, the Madeira Botanical Group (GBM), will be organising the 2012 congress in Madeira.

This archipelago has been a close and at hand laboratory for naturalists concerned with Island biology among which we highlight Sloane in the XVII century, responsible for the first recorded collection in Macaronesia and, R. T. Lowe in the XIX century, whose important works greatly contributed for the knowledge of the flora of Madeira.
The knowledge on the Madeira flora has influenced many important works and it is by its central position in Macaronesia a fundamental biogeographical link between other Macaronesian archipelagos and both Europe and Africa. Nowadays it is still possible to find interesting nucleus of natural vegetation mainly in the northern face mostly corresponding to one type of laurisilva, there are also a few relicts of formerly much larger Mediterranean vegetation types and other types of laurisilva with an exclusive and mostly endemic flora.
Although well-known recent publications clearly show that taxonomic work is still needed in order to fully understand Madeira plant diversity. In fact recently the interest on Macaronesia plant diversity has increased and several key publications have been issued. 
FLORAMAC 2012 aims to bring together investigators working on all aspects of the Macaronesian flora, from marine algae to vascular plants. Keynote speakers for each of the different sessions will give state of the art insights in several different fields and approaches from history to biogeography, phylogeny, evolution, taxonomy and ecology. 
The congress will take place in Funchal at the University rectory, known as “Colégio dos Jesuitas” a building dating back to 1599 (http://www2.uma.pt), from the 5th to the 8th of September. The first three days will comprise conference sessions in the morning and afternoon. The fourth day will be reserved for the excursion.
Participants are invited to present their work as short oral presentations or posters.

I hope to see you in Madeira next September!

M. Sequeira "


Ficha Técnica:

CIIMAR - Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental

O CIIMAR-Madeira é uma Associação de direito privado, sem fins lucrativos que foi constituída em Março de 2010 por 5 membros individuais e um membro coletivo. O objeto social da associação é o exercício de atividade de investigação científica no âmbito das Ciências do Mar e Ambiente, prestação de serviços, desenvolvimento de atividades de divulgação científica e de atualização de conhecimentos, ações de transferência de tecnologia para o tecido empresarial, bem como apoio à decisão a nível de empresas, organismos estatais e políticas regionais, envolvimento na realização de cursos de pós-licenciatura, nomeadamente a nível de mestrados, doutoramentos e pós-doutoramentos.